quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

Noite chuvosa de clássicos da surf music


Collin Hay(na foto acima junto com a equipe que cobriu o show), a voz da banda Men at Work, um dos maiores fenomenos do pop nos anos 80, se apresentou sabado dia 1˚ de dezembro, na praça da Apoteose, depois de quase três anos sem vir ao Brasil quando levou seis mil pessoas ao balneário de Búzios em 2004.
Junto com ele estavam os caras do Spy vs. Spy que mandaram classicos da surf music cultuados até hoje. O que impressionou foi a presença do público no evento, com pouco mais de duas mil pessoas, menos da metade da audiência em Búzios. O festival, que recebe o nome de Rio Australian Fesival, apresentou as bandas e a imprensa ja considerava um dos shows mais esperados do ano, dado o fato de serem bandas internacionais que nunca tinham se apresentado juntos no Rio. No entanto, não foi o que se viu nos backstages e na platéia, já ansiosa com as duas horas de atraso do show. O Atraso era previsto pela organização, haja visto o lugar aberto da Apoteose propício a chuvas, mas foi mal planejado. Mais uma das muitas falhas em produzir um evento que depende de condições climáticas e externas e que por isso deveria ser apoiado pelos orgãos públicos, ou assume-se um festival de proporções grandes com um patrocinador de peso, o que chamaria o grande público(a chamada massa) ao evento.
A verdade é que o marketing ineficaz do Rio Australian Festival ficou no meio termo ao dizer-se um festival de porte quando não havia meios para garantir tal status. Além de um único assessor de imprensa presente. O patrocinador do evento, o restaurante Porcão, teve uma área coberta para convidados com comida e bebida liberada, dj, e o camarim possuía apenas algumas mesas com sucos e frutas. Está na cara que faltou planejamento.
Fora os já "esperados" problemas externos, o show teve algumas falhas na microfonização dos instrumentos durante o início da performance de Collin, mas que foi superada pela banda. "A galera esteve ótima, mas o show foi difícil.", disse o ex-lider após a apresentação que contagiou todos presentes. Os fãs deliraram com hits antigos como "Down Under" e "Overkill", que já fazem parte do set list desde que começou sua turnê solo nos anos 90, e que ainda estão muito bem ensaiados e revigorados. Junto com elas estavam músicas do nono album do cantor, "Are you lookin` at me".
O trio de quarentões-garotões do Spy vs. Spy abriu a noite com respostas também contagiantes do público. O pop rock politizado do grupo rendeu salvas para hits como "Clarity of Mind" e outros clássicos. "Foi incrível a empolgação do pessoal durante o show, fiquei impressionado.", falou o baixista Craig Bloxom ao nosso gravador.
A Austrália agradece o calor do povo carioca.

Joao Vicente

2 comentários:

Anônimo disse...

faltaram muitas vírgulas.

jt disse...

gatinho