segunda-feira, 10 de setembro de 2007

Tropa

Ainda não vi Tropa de Elite. Não que eu seja contra a pirataria. Simplesmente não vi porque não consigo baixar vídeos no meu pc e também não tenho essa ânsia de ter que ver o filme logo. Mas acho que deve ser muito maneiro. Aí que está o problema e o ponto central do texto que se segue. Filmes sobre a situação do tráfico no Rio de Janeiro não são mais reveladores ou denunciadores. São maneiros. Outro que está por estrear ou já estreou, sei lá, é “Cidade dos Homens”, o filme. Depois do seriado na Globo, com grande audiência, viu-se que poderia se tornar um produto cinematográfico. Como tudo, a violência, em especial o tráfico do Rio, também é um produto. E só o é porque tem público, tem audiência, e por que não, admiradores. Eu acho que a gente (eu me incluo) acaba gostando de ver filmes sobre esse assunto, tem uma certa fascinação. Não sei exatamente o porquê. Têm ação, têm gírias (as que a gente fala), além do que, inegavelmente, é uma realidade muito próxima da nossa. Ou, melhor, é a nossa realidade. Mas o caráter revelador, denunciador, já passou. O pioneiro “Notícias de uma guerra particular”, por exemplo, já abordou a corrupção na polícia, o “arrego”, as crianças de 12 anos que pegam em fuzis e tudo mais. Isso para quem não sabia. Mas agora que a gente já sabe de tudo isso, esses filmes são meros produtos de entretenimento. Posso estar enganado. Tomara que sim. Pode ser que o tempo mostre que eu estou equivocado e esses filmes ajudem a acabar com o tráfico no Rio. Mas enquanto isso não acontece, vou comprar uma pipoca e ver Tropa de Elite, que deve ser muito maneiro.

Júlio

2 comentários:

Carol Luisa disse...

Júlio,vai passar no Festival de Cinema do Rio,q começa dia 20 e vai até 4 de outubro.Eu achei péssima essa história com a pirataria.Pô,o filme nem estreou oficialmente ainda.Sinceramente,se eu fosse diretora desse filme,eu estaria puta.Mas esse assunto é complicado,digno de um longo e bom debate.Pirataria é coisa muito séria...

Enfim,aparece lá no festival.Vai ser maneiro.
Bjo=*

dan disse...

O outro título era legal!