sábado, 5 de abril de 2008

Alckmin é uma besta

Hoje venho aqui en passant, cheio de sono e preguiça. Hoje é dia de copiar e colar. Mas o lucro é dos leitores, que serão poupados das besteiras que escrevo, e lerão um trecho de um texto do mais brilhante blogueiro da web em minha funesta opinião. É Alexandre Soares Silva, cujo blog faz parte dos "Wünderblogs", um coletivo de excelentes blogs. O texto é antigo, porém atual. Lá vai:

Alckmin é uma besta

Claro que é. E vou votar nessa besta. Não tem problema, sempre votei em bestas – em Collor e Fernando Henrique e assim por diante.
Votar, por definição, é votar numa besta. Quem diabos vota feliz, vota empolgado? Voto em qualquer um para evitar Lula, de qualquer modo.
Me mandam denúncias contra o PSDB. Acredito em todas, e se não me mandassem nenhuma já tinha imaginado coisas piores de qualquer maneira. Mas que tenho eu com o PSDB? Que tenho eu com qualquer partido?
Eu estranho que existam pessoas que defendam qualquer partido. É mais ou menos como ir num bingo; não acho socialmente aceitável. Olha a cara dos deputados. Olha os ternos.
Escuta, não sei nos outros países, mas no Brasil os políticos todos têm mais ou menos o mesmo nível intelectual e social dos motoristas que vejo fumando na garagem quando vou levar minha cachorra pra passear. Até nos nomes: Ademar, Jair. Sou esnobe demais para gostar dessas coisas e acho que elevadores de serviço foram criados justamente para gente como Gabriel Chalita, o suposto possível Ministro da blá-blá-blá (me entediei antes de terminar a frase).
Vou votar no PSDB, mas não tenho dúvida que os dois partidos são feitos de gente burra, e que os dois são feitos de gente corrupta, e que os dois são feitos de gente socialmente inaceitável – você olha para a cara desses candidatos e sabe que são o tipo de gente que pede licença antes de entrar em casa e chamam pessoas sem diploma de médico de “Doutor”.
Mas o PSDB tem esta vantagem em relação ao PT: são burros demais para ter uma ideologia. São menos perigosos, porque são intelectualmente vazios demais para conseguir defender uma teoria que seja. O PT é mais perigoso. Por causa da ideologia, jornalistas e escritores e blogueiros e cantores de MPB e atrizes (nessa ordem descrescente de nível intelectual) não têm vergonha de defender o PT contra cada acusação de corrupção, abuso de poder e idiotice. Não existe a mesma coisa do lado do PSDB, cuja única vantagem é que ninguém que não seja diretamente envolvido com ele é fanático por ele. O que o PSDB defende? Coisa alguma, que é exatamente o que qualquer partido no mundo deveria defender.

(continua...)



-ASS- http://soaressilva.wunderblogs.com/

-Dan-

6 comentários:

jv disse...

concordo em tudo, soh sugiro uma ressalva: acho q nessa historia estao tirando o PT para cristo. corrupcao sempre houve, o PT esta pagando o pato pela sociedade ter acordado para a cidadania.

Lucas disse...

discordo veementemente de tudo. cas o seja como o autor sugere, não há ideologia nos partidos, exceto no PT. não há esquerda ou direita, não há nada, votamos em bonecos de cera? quem acredita nesse texto que vote no povo que entra na carreira pública para ganhar visibilidade. vota na mãe loura do funk então. faça-me o favor, esses discursos reacionários têm riqueza retórica, mas na verdade não passam de conversa pra agradar rebelde sem causa, burgues anti-lula metido a intelectual. já que tudo é uma merda e que nenhum partido deveria ter ideologia, sugiro q ninguém mais faça porra nenhuma para mudar o país e que todas as esperanças nesse sentido sejam soterradas. texto e opnião repudiados por minha pessoa. Daniel, desculpe a franquesa, me poupe desses autores.

jv disse...

ideologia nao muda o país! muito menos bolsa-familia!

dan disse...

O engraçado é que eu concordo com tudo que você(bili) diz. Nossa interpretação do mesmo texto é completamente diferente. Tenho pra mim que você "passou o olho" no texto, refletiu meio segundo e escreveu o comentário. O texto diz, ao mesmo tempo, muito mais e muito menos do que você encontrou, na minha opinião. E não queira de uma crônica de humor, de costumes, um tratado sério sobre política. Se for o caso, podemos passar a postar gráficos sobre a miséria no Piauí, mas não convém. O que convém é literatura e bom-humor. E a premissa básica do bom-humor é não poupar ninguém (no caso, PT e PSDB).

dan disse...

É engraçado, também, que você, como a maioria dos brasileiros, vê o Estado como o único agente capaz de mudar alguma coisa no país. Dizer que "todos os políticos não prestam" não significa dizer que "tudo está perdido". Percebe? Você iguala "políticos" a "tudo". E eles não são tudo. A bem da verdade, são quase nada.

Lucas disse...

sinceramente, não dei sequer uma risada com esse "texto de humor", mas garanto que não apenas passei os olhos!!! achei o texto ruim e pronto... o resto sobre política nem vale a pena discutir !!